Clínica de recuperação dependentes químicos

Escolher a melhor clínica de recuperação para dependentes químicos é uma das decisões mais difíceis por que um viciado e sua família podem passar. Ninguém quer fazer a escolha errada e nem investir tempo e dinheiro em algum lugar que não tenha um tratamento de excelência. Todos os anos, milhares de pessoas passam por clínicas de recuperação no Brasil, mas, muito embora todas saiam melhores, a taxa de recaída ainda é muito alta, de forma que a escolha do local apropriado é um dos passos mais importantes a serem tomados.

Quando você chega em nossa clínica de recuperação, é feita uma triagem para saber qual é exatamente o problema que estaremos tratando, para que o plano possa ser corretamente estruturado e personalizado. Nessa etapa, descobre-se o motivo do paciente nos ter procurado, sua situação econômica, social e familiar, o histórico de doenças psíquicas, como depressão ou ansiedades crônicas, o tipo de substância que tem sido usada e o histórico de tentativas anteriores de abandonar o vício. Tudo isso nos dará um mapa sobre a situação emocional e mental do paciente e nos auxiliará a montar um plano de recuperação que possa ser realmente efetivo.

Há que se ter em mente que problemas psicológicos normalmente são precursores do uso de drogas. Por isso, programas que não envolvem o diagnóstico e tratamento dessas doenças possuem muitas chances de não terem sucesso a longo prazo. Justamente sabendo disso é que nós temos como um dos principais focos em nosso tratamento uma abordagem multidisciplinar, voltada não só para o abandono do vício, mas também para diagnóstico e tratamento de doenças que possam acompanhá-lo, além de demonstrar uma nova forma de viver que traga prazer para o paciente e que passe longe das drogas. Nossos planos são flexíveis e se adaptam ao paciente, conforme ele vai mudando ao longo do caminho.

Nosso programa de detoxificação, então, se inicia imediatamente, e é feito integralmente sob supervisão de médicos qualificados e experientes em lidar com diversos tipos de substância. Isso é muito importante, já que o tipo de detox é diferente a depender do tipo de droga que era usada. Isso irá influenciar, por exemplo, na medicação a ser utilizada: se haverá ou não necessidade e qual o medicamento mais apropriado para auxiliar a combater os sintomas da abstinência, de forma a tornar o processo o menos traumático possível para o paciente.

Mas o detox sozinho não adianta. Ele é apenas o primeiro passo. O vício é algo que se constrói ao longo do tempo, e, por isso, leva tempo para que ele seja dominado. Não confie em clínicas que oferecem apenas programas detox. Não existe uma cura rápida para o vício; o que existe é um controle dele através de cuidados a médio ou longo prazo. Por isso, oferecemos diversos tipos de terapias, individuais e em grupo, que podem ser combinadas entre si ou feitas sozinhas, de forma a fornecer ao paciente ferramentas para que ele entenda os gatilhos que o levam ao consumo de drogas, saiba controlá-los, evite recaídas e consiga se reinserir na sociedade, fazendo do tratamento, assim, um sucesso.

 

 

Blog

Estamos Online