alcoolismo

Internação involuntária para alcoólatras

Internação involuntária para alcoólatras

As bebidas alcoólicas tendem a ser consumidas em momentos de confraternização, comemoração e diversão. Mas quando o álcool é consumido em excesso, pode se tornar um grande inimigo. Quando o indivíduo se torna dependente da substância, o mais recomendado é buscar ajuda especializada. Porém, nem sempre é possível convencer o usuário a buscar um tratamento e, dessa forma, a melhor opção se torna a internação involuntária para alcoólatras. Continue lendo para saber mais!

Antes de prosseguirmos e falarmos sobre a internação em si, queremos falar sobre o alcoolismo.

O alcoolismo é uma doença que consta na 10ª edição da Classificação Internacional de Doenças (CID-10), da Organização Mundial da Saúde (OMS). E é classificado como um conjunto de fenômenos comportamentais, cognitivos, fisiológicos e emocionais.

Além disso, o alcoolismo é uma doença crônica, ou seja, não possui cura. Mas pode e deve ser tratado da forma correta, no lugar certo e com as pessoas devidamente qualificadas.

Outro detalhe preocupante a respeito do alcoolismo é que um dos maiores prejudicados pela dependência nem sempre é o alcoólatra.

O sistema de convívio humano, na maioria das vezes, é impactado por algumas ações que visam eliminar a liberdade que possa existir da pessoa com seu entorno.

Cometer irregularidades, exageros e tomar ações sem cabimento, dentro de uma norma ética impregnada na sociedade, são alguns atos que repele a pessoa em qualquer trajetória positiva.

Em diversos casos, as reações acerca dos efeitos do álcool podem destruir famílias inteiras, mas sempre há uma saída. O caminho da internação involuntária para alcoólatras é a chance que a família tem para se proteger e para ajudar o seu ente querido.

 

Internação involuntária para alcoólatras: entenda como funciona

Internação involuntária para alcoólatras: entenda como funciona

A primeira impressão para a maioria das pessoas que ouvem (ou leem, neste caso) a expressão internação involuntária é de que se trata de um procedimento que parece ferir o direito de escolha do dependente alcoólico.

No entanto, esse procedimento é visto de forma legal perante a legislação brasileira e é indicado para casos extremos, quando o dependente, visivelmente, não tem condições para decidir por si só ou não consegue buscar ajuda por conta própria.

Por esse motivo, o debate sobre esse assunto deve ser feito com calma e entre familiares e pessoas próximas ao alcoólatra. Sem dúvidas, há muitos tratamentos contra o alcoolismo que são extremamente eficientes.

A internação involuntária para alcoólatras tem que ser a última alternativa, caso já se tenha tentado outras formas, sem sucesso.

Antes de partir para a internação involuntária, converse com o usuário, demonstre afeto e carinho e mostre-se disposto a ajudá-lo em todas as situações.

Se tudo isso for em vão, então é o momento de recorrer à internação involuntária. A família pode ficar despreocupada, pois não estará fazendo mal ao ente querido, nem indo contra a lei. Muito pelo contrário.

A lei que garante esse direito à família do usuário é a 10.216/2002 e foi estabelecida por meio da portaria federal 2391/2002.

Sabendo agora que a família está garantida por lei a autorizar uma internação involuntária, o primeiro passo para realizar esse procedimento com segurança e responsabilidade é buscar uma clínica de reabilitação que ofereça condições suficientes para esse tipo de tratamento.

Neste caso, você pode contar com o Grupo Nova Etapa. Nós somamos mais de 20 anos de experiência no combate ao alcoolismo. Entre em contato e saiba mais!

Previous ArticleNext Article

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Utilizamos cookies para garantir a melhor experiência em nosso site. Acreditamos que você concorda com os termos