Como lidar com um dependente químico

Como lidar com um dependente químico?

Saber como lidar com um dependente químico é algo fundamental para ajudar o adicto a superar esta dificuldade, pois é muito difícil alguém sozinho vencer a dependência química.

Antes de saber como lidar com um dependente químico, você precisa primeiramente lidar consigo mesmo. A princípio, parecer estranho ler isso, não é? Mas você logo vai entender.

A dependência química é uma doença. Na verdade, essa é uma forma simples de defini-la. A dependência química é um problema complexo que também afeta a saúde física, mas vai além disso. Ela afeta a saúde psicológica, traz problemas sociais destruindo famílias, amizades e a vida do dependente. Muitas vezes esse “destruindo” pode ser literal, levando o adicto a óbito caso o tratamento não seja feito o quanto antes.

No mundo todo são mais de 35 milhões de pessoas que sofrem devido à dependência química. Segundo o Relatório Mundial sobre Drogas de 2020 organizado pela Organização das Nações Unidas (ONU), de 2009 até 2018 o número de de usuários de drogas aumentou cerca de 30%. São números tristes e preocupantes.

Voltando ao fato de você primeiramente aprender a lidar consigo mesmo, a dependência química como já foi dito aqui pode abalar a vida de pessoas próximas ao adicto, inclusive causando a codependência, um padrão de comportamentos que aprendemos para nos proteger da sensação de estar fora de controle. Por exemplo, uma mãe que tem um filho dependente químico e sofre por se sentir culpada e/ou incapaz devido ao problema do filho.

Portanto, antes de saber lidar com um dependente químico, é preciso estar bem, principalmente com a saúde mental em dia.

O que você pode fazer para lidar com um dependente químico?

O que você pode fazer para lidar com um dependente químico

Agora que você sabe que precisa estar bem, com seu emocional estável, é hora de saber como lidar com um dependente químico.

Converse com a pessoa e demonstre que se preocupa. Diga que a ama e quer ajudar para que ela fique bem. Não faça chantagens emocionais nem tente fazer a pessoa sentir-se culpada. Estes comportamentos podem piorar a situação no lugar de ajudar.

É bem provável que o dependente químico não queira falar sobre o assunto na sua primeira tentativa de conversa. Não insista, caso a pessoa se sinta desconfortável e tente fugir do assunto, mas deixe claro que irá querer conversar em uma outra oportunidade. Mesmo que a pessoa diga que não quer falar sobre o assunto em outra ocasião, não desista, seja paciente e no momento certo vocês conseguirão ter um diálogo produtivo.

Quando finalmente a pessoa aceitar conversar com você, sugira que ela procure ajuda profissional para tratar a dependência química. Ofereça-se para ajudar a procurar uma clínica de recuperação. Talvez o dependente não aceite essa ideia a princípio, mas como dissemos antes, seja paciente e continue tentando, sempre de forma amável, demonstrando real preocupação.

Ao dependente concordar em procurar ajuda profissional, você e ele pode contar com o Grupo Nova Etapa. Nós possuímos mais de 20 anos de experiência no combate à dependência química, já ajudamos diversas pessoas e também podemos te ajudar. Entre em contato conosco para saber mais.

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Utilizamos cookies para garantir a melhor experiência em nosso site. Acreditamos que você concorda com os termos